Resenha Filme: Tá Chovendo Hamburguer 2

- Veja como Flint criou toda essa bagunça na resenha do "Tá Chovendo Hambuguer 1"

"Tá Chovendo Hamburguer 2" é uma sequência direta do primeiro, dá pra colar um no outro e fazer um filme só. 

O filme começa com a limpeza da ilha de Boca Grande, inclusive com um flashback bem útil para quem não viu o primeiro filme. Bom, se chove aqui em São Paulo e cai uma árvore, a Prefeitura tem que fazer limpeza da via e a Eletropaulo tem que consertar possíveis problemas na rede elétrica da região. Aqui é mesma coisa, Flint inventou uma máquina que chovia comida, ela se descontrolou e começou a criar comida gigante acabando com a cidade, então depois da confusão, alguém teria que limpar a bagunça. 

O cientista Chester V, ídolo de infância de Flint (como se fosse um Beakman dele), ficou fascinado com o que houve e com a invenção de Flint. Naturalmente interessado pela sua invenção, ele o convida a fazer parte do seu time de cientistas em troca da limpeza da ilha. No entanto, Flint não sabe, mas o lance aqui é que as comidas criaram vida ameaçando comer pessoas. É a chamada Abiogênese (linkei a palavra ao Wikipedia pra você saber um pouco mais sobre essa palavrinha diferente). 

Chester ao ver o que estava acontecendo, teme que essas criaturas ameaçadoras que ganharam vida atravessem o oceano e ameacem o mundo. mas ele não sabe aonde está a máquina e apenas Flint saberia localiza-la, No seu sonho de poder ajudar seu mestre, ele e seus fieis amigos desbravam a selva que Boca Grande se tornou para encontrar a máquina e acabar de uma vez por todas com isso.

A partir daí aparece aquele personagem chamado "roteiro", que entra no automático e faz tudo ficar previsível sem deixar espaços pra surpresas que poderiam acontecer, defeito que é exatamente o mesmo do primeiro. Entretanto, a exemplo do primeiro o humor continua afiado e a fofura também. 

Embarcando na onda do ativismo, como uma boa nerd e mulher, Sam percebe que as supostas "criaturas ameaçadoras" apenas se sentem ameaçadas e precisam serem preservadas em seu habitat, em vez de serem destruídas em favor de uma mega-corporação que é a Live Co. A parte Jurassic Park não para por ai. A "fauna alimentícia" do filme é a grande estrela da animação e é muito legal ficar tentando identificar os animais que surgem na tela, como a "hamburgaranha" (que dá uma fome), as "mostorradas" (essas sim que fazem as moscas serem úteis), e aquele monstro feito de taco (ah, que fome!). E fala sério, qual é a daquele moranguinho chamado Berry? É de dar vontade de ter um em casa pra alimentar e dar banho! 

A maioria de continuações de animações são vistas por mim como uma certa desconfiança, pois penso - e é algo comprovado em muitos casos - que, ao contrário de um desenho animado que passa na televisão, uma animação tende a ser uma história fechada, Uma hora e meia ou duas horas são mais que suficientes para entreter o público alvo, criar um mundo divertido e dar uma boa lição moral; além do próprio roteiro que é feito nessa medida. A exceção de Toy Story, uma continuação tende a ser apenas.. uma mera continuação. É apenas uma evolução do mundo já visto com uma lição de moral já vista, uma "desculpa" para vender brinquedos e ganhar mais bilheteria; bom, a grana é o interesse de 90% das sequências. Essa foi a impressão que tive de "Tá Chovendo Hamburguer 2".

No entanto, deixando de lado essa crítica, dá pra falar: "Tá Chovendo Hamburguer 2" é um filme nerd de primeira e fofo pra caralho, como o casal Flint e Sam que diz tudo a respeito de muitos casais nerds por aí. Falando em nerd pride, a sequência revisita o sonho nosso de chover comida (em vez de chover pra cachorro #sessãodatardefeelings) e isso é muito bom e dá valor a sequência. Então a ideia descompromissada aliada ao humor extremamente inocente, inevitavelmente deu super certo. É diversão garantida para as crianças pequenas e aquelas que são maiores como eu. =)

Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
0 Comentários
0 Comentários