13 teorias malucas dos desenhos animados

Teorias da conspiração existem em todo lugar, e independentemente de você achá-las úteis a sua existência ou não, é inquestionável que elas só alimentam o imaginário das pessoas que cresceram assistindo tais desenhos, como eu. Pode ser algo de nerds desocupados tentando encontrar pelo em ovo, mas praticamente todas as teorias contidas aqui fazem um real sentido.

Leia abaixo e tire suas próprias conclusões:


Phineas e Ferb são fruto da esquizofrenia

No ano de 1993 em uma casa humilde, viveu uma garota chamada Candace Flynn, que tinha esquizofrenia.
Quando Candace era apenas uma criança, seus pais se divorciaram, deixando aos cuidados da sua mãe que nunca foi de dar muita atenção a ela. Ao nascer, seu irmão Phineas, que sofre de hiperatividade e Ferb seu meio-irmão, que nasceu com um caso grave de retardo mental, que entre outras coisas o impede de fala. As coisas foram de mal a pior para o desenvolvimento de Candace, fora a sua imaginação, onde a jovem sempre imaginava seus irmãos construindo “coisas” e vivendo grandes aventuras. Durante o dia, Candace dizia a sua mãe sobre “as grandes aventuras que seus irmãos viviam” e é claro que a mãe da jovem não via nada.

Preocupada com isso, a mãe vai para um especialista, o psiquiatra Heinz Doofenshmirtz, que deu remédios fortes para Candace tomar; com esses medicamentos psiquiátricos que foram destinados para acalmar a jovem, só pioraram e isso levou a um vício crescente que a introduziu a experimentar drogas mais pesadas a cada vez.

A garota, cansada de que ninguém acreditava que suas histórias sobre os seus irmãos fossem reais, decide escrever em um diário tudo que acontecia na vida dos seus irmãos... nas suas criações e aventuras. Em 2007, Candace Flynn, de 14 anos é encontrada morta em seu quarto, juntamente com uma nota de suicídio escrita na última página de seu diário; de acordo com médicos legistas, Candace morreu de uma overdose intencional de várias drogas. Até o final de 2007, a mãe de Candace aflita com tudo, decide vender essa história (que estava no diário), para o Disney Channel, que mostra interesse na compra e em 01 de fevereiro de 2008, uma história distorcida e reforçada chamada de "Phineas e Ferb" estréia mundialmente e é adorado por todos, que sem saberem a verdade, passam horas na frente da TV assistindo essa doce história feliz.


Samurai Jack se passa na mesma cidade que As Meninas Super Poderosas?

Se formos comparar imagens do destruído cenário em que se passa “Samurai Jack”, encontraremos grandes semelhanças com Townsville, cidade em que Florzinha, Docinho e Lindinha vivem e que defendem. Isso deu corda para fãs especuladores chegarem à conclusão de que o Samurai Jack luta, então, na metrópole pós-apocalíptica ou, no caso, após o maligno Aku destruir tudo. Por isso, o protagonista teria que voltar no tempo para restaurar a cidade das Meninas Super Poderosas.


Finn de A Hora da Aventura está em coma?

A teoria mais conhecida sobre o desenho do canal Cartoon Network é que a Terra do Ooo é, na realidade, a nossa Terra após uma guerra nuclear. Porém, outra lenda que permeia esse desenho, atual grande sucesso, dá conta de que o protagonista Finn estaria, na realidade, em coma após tentar o suicídio. Nas especulações, o personagem seria um menino de 13 anos cuja mãe teria dois empregos e, por isso, seria bastante solitário, tendo como melhor e único amigo o cachorro Jake. Após a morte do bicho de estimação, o garoto teria caído em depressão e provocado uma overdose de medicamentos. Assim, todos os personagens inimagináveis


Pokemon se passa em um mundo pós-guerra?

Você já percebeu que existem muitas crianças e idosos em Pokemon? Isso pode ter uma terrível explicação. 

Uma teoria diz que o anime se passa em uma realidade alternativa, na qual o Japão saiu como vencedor da Segunda Guerra Mundial. Os pocket monsters foram a arma secreta do governo japônes, e por isso esses seres fantásticos andam livremente pelo país. No jogo para Gameboy, uma fala do líder de ginásio Lt. Surge serve para corroborar a tese: “Ei, moleque! O que pensa que está fazendo aqui? Você não vai durar muito em combate, com certeza! Eu vou te dizer, garoto, Pokemons elétricos salvaram minha vida na guerra”.


Há dois Inspetores Bugiganga?

Se um Inspetor Bugiganga já é bizarro, imagine dois! É o que sugere uma lenda sobre o desenho animado. 

Segundo alguns fãs, o terrível Dr. Garra é, na verdade, o Inspetor Bugiganga original. Durante algum tempo, acreditou-se que ele tivesse morrido, por isso fizeram um cloneexatamente igual ao original. Quando o verdadeiro Inspetor Bugiganga voltou da suposta morte, ele se irritou ao ver que um impostor tinha tomado seu lugar e jurou vingança ao clone, se transformando no vilão da história.


A viadagem de Bob Esponja e a suposta cidade mutante chamada Fenda do Biquini

Em 2004, Tim Hill, um dos animadores do Bob Esponja, ao ser questionado pela revista Contigo sobre por que o Bob Esponja nunca ganhou uma namorada, ele respondeu: “Oh, pensei que você soubesse, ele é gay (risos).” Além disso, Bob participou de um clipe sobre união e tolerância com a música “We Are Family” - o qual foi interpretado como um meio de promover a homossexualidade. Será? O canal Nickelodeon não comenta – para eles, o tema é irrelevante para o público, dos quais 87 % são crianças com menos de 10 anos. Já o criador do personagem, Stephen Hillenburg, já negou que o esponjoso seja gay.

O alto astral e as piadas sem noção do Bob Esponja podem ganhar um tom mais sombrio se considerarmos que, segundo teorias, os personagens são mutantes, produtos de radiação de testes nucleares. De acordo com a lenda, eles vivem embaixo do Atol de Bikini, área do Oceano Pacífico onde, nos anos 1940 e 1950, foram feitas explosões atômicas de forma experimental. Por isso, o local em que a esponja amarela vive se chama Fenda do Biquini.


Os Flintstones promoviam o tabagismo?

Já essa pergunta vai além da teoria.

No clássico da Idade da Pedra, além de dirigir carros e usar eletrodomésticos, a família pré-histórica tinha outra mania do futuro: Fumar.

Nas duas primeiras temporadas, exibidas entre 1960 e 1961, Fred, Barney e Wilma aparecem fumando e repetindo o slogan: – “Wilston é bom como um cigarro deveria ser”. A marca era uma das patrocinadoras do desenho. Pode parecer loucura, mas tem explicação: apesar de o público infantil ser a maioria, o desenho foi criado para adultos. Era até exibido no horário nobre. Depois de muitos anos de pressão de diversas empresas jornalistas, A Warner Bros. Animation, propietária da animação, nunca se manifestou, mas disse: - “Foram tempos passados…”


Os Smurfs pregavam o nazismo e o comunismo?

A primeira aventura dos duendes azuis nos cinemas, lançada no Brasil em Agosto de 2011, teve ótima bilheteria. Mas será que os Smurfs estão interessados em dinheiro? A teoria de que o desenho criado em 1981 pregrava a idéia socialista foi até tema de um ensaio sociopolítico do escritor J. Marc Schmidt no livro “Segredos da Cultura Popular”, de 2008, sem contar que o babado rola há anos na web.

Segundo Karl Marx, principal teórico socialista, o maior problema do capitalismo é a propriedade privada, que causa a divisão dos homens em classes sociais. Os Smurfs não têm esse problema: tudo é de todos. A comunidade trabalha unida para suprir as necessidades de cada um, como moradia e alimentação. Vale Lembrar que Papai Smurf seria uma analogia a Karl Marx: usa barba e a cor vermelha (cor simbólica do comunismo) e chegou a liderança por causa da sua sabedoria.

A produtora belga “Peyo”, que detém os direitos sobre os personagens, nunca deu respostas sobre o assunto. Mas, em entrevista ao Jornal da Tarde, Véronique Clliford, filha do criador dos Smurfs, disse que a tese é uma “grande besteira”: – “Nunca tivemos nada a ver com o Partido Comunista”.

Já outra teoria especula que as criaturinhas azuis são interpretadas, muitas vezes, como figuras nazistas: primeiro pelos chapéus brancos usados por todos, exceto pelo líder, que usa um chapéu vermelho (esquema parecido com o seguido pelo Ku Klux Klan); segundo pelas características físicas do vilão Gargamel, cujo gato se chama Azrael – o nome do anjo da morte da tradição judia.


O Pica-Pau exibia mensagens subliminares

Pois é... O que desconfiava, era verdade.

Grande sucesso entre a criançada, Pica-Pau enche os olhos dos pupilos com suas aventuras doidas e suas ações ousadas. Mas ai quem não abra os olhos para esse pássaro louco.

Além de ter em vários episódios vários frames de arte abstrata da época, Pica-Pau transmitia mensagens de ensino ao xingamento, á perversão, a ameaça e ao consumo de álcool, como no episódio “O Ladrão de Gasolina”, no qual Pica-Pau rouba gasolina do tanque de carros de outras pessoas com a própria boca, simbolizando assim o ato de consumir bebida alcoolica. Duvida disso? Reveja o episódio e note que a ave fica biruta logo após de tomar poucas goladas do etanol brabo!

Frames secretos do quadro abstrato "The Loose Nut" apareciam em vários episódio nos anos inicias do desenho. Um dos primeiros diretores da animação, Shamus Culhane, era fã de arte abstrata e também de cineastas que a produziam, como por exemplo, o russo Sergei Eisenstein. Mas o chefão do estúdio, Walter Lantz, não se importava, pois essas aparições subliminares não traziam nenhum custo extra.


Scooby e Salsicha fumavam maconha?

Já essa faz todo sentido!

O Designer dos personagens, Iwao Takamoto, declarou em sua biografia que nunca houve referência a drogas no desenho. Mas até a Warner Bros, dona dos direitos sobre o cartoon, já fez graça com a teoria. 

No filme Scooby-Doo, de 2002, há uma cena em que, ao som de Bob Marley, uma fumaça estranha escapa das janelas da van usada pela dupla, mas depois é revelado que eles estão fazendo churrasco lá dentro. E, em um episódio do desenho adulto "Harvey, o Advogado", um policial prende a dupla por “comportamento suspeito”.Mesmo após muitos anos com a teoria rolando pela web, a Warner Bros. Animation, dona do show, nunca se manifestou, mas já declarou certa vez que o assunto é uma “bobagem!”. Porém o que colabora pra a teoria é que:
1. Já reparou como eles estão sempre com fome, invadindo a cozinho dos outros e se servindo á vontade? Esse é o princípio básico da maconha! A droga bloqueia a substância que diz ao cérebro que o organismo está saciado. Além disso, os “Biscoitos Scooby”, classificados como os preferidos da dupla, poderiam ser apenas mais uma forma amenizada de exibir cigarros de maconha.

2. Eles estão sempre metidos em aventuras sombrias e sendo perseguidos por monstros, mas levam tudo no melhor humor do mundo. Riem de tudo! É um comportamento típico dos usuários de maconha, já que a erva faz com que o cérebro libere endorfinas, substâncias responsáveis pela sensação de prazer. 

3. A maconha pode causar, em maior ou menos escala, ilusões ou fantasias no campo de visão do usuário. Isso explicaria por que os fantasmas e monstros surgiam sempre para a dupla primeiro e por que essas aparições eram muito mais exageradas e sobrenaturais do que quando aconteciam com o resto da turma.


As tartarugas ninjas eram assassinas sanguinárias?

Sabe aquele quarteto de quelônios mascarados, alegres, que só queriam saber de pizza e ficar “de boa”? 

Quando surgiram nos quadrinhos, em 1984, eram personagens violentos e sombrios, alheios à sociedade, treinados com apenas um objetivo: o extermínio! O conceito foi infantilizado no cartoon exibido nos EUA de 1987 a 1996, mas retomado no longa animado mais recente, de 2003. Na série animada, os heróis passam o tempo relaxando, conversando e assistindo televisão. Nos gibis, Splinter treina os pupilos por 13 anos, sem descanso. Só então revela suas verdadeiras origens e seu alvo eterno, o maligno Destruidor.

Splinter, tutor do grupo, tem gênese parecida nos quadrinhos e no desenho. Mas, nas HQs, ele não é nada zen. Solitário e amargurado, cria as tartarugas com uma única missão: aniquilar o Destruidor, assassino do seu mentor. Krang, no desenho, era um cérebro raivoso que se locomovia em uma fantasia humana ridícula. Nos gibis, sua inspiração era muito menos cômica: a raça alien Utrom, que habitava corpos robóticos humanos para espionar os terráqueos.

As histórias “barra pesada” das Tartarugas saíram no Brasil em 2007 num encadernado da editora Devir. As HQ começaram a ser proibidas nos EUA por causam da presença de muito sangue nas batalhas das tartarugas mutantes, mas depois disso, os quadrinhos ficaram bem mais violentos.


A Caverna do Dragão é o purgatório?

A teoria da conspiração mais conhecida dá conta de que Hank, Eric, Sheila, Diana, Presto e Bobby teriam sofrido um acidente durante o passeio da montanha-russa que os levou ao Reino da Caverna do Dragão e que o lugar é, na realidade, o purgatório. De acordo com a lenda, o vilão Vingador e o Mestre dos Magos seriam, ainda, a mesma pessoa. 

A especulação nasceu do fato de que o desenho animado, exibido de 1983 a 1986, foi interrompido inesperadamente sem ganhar um episódio final. O roteirista Michael Reaves desmentiu a teoria dizendo que o roteiro do fim da história havia sido escrito, mas nunca foi produzido.


Os Rugrats são fruto da imaginação de Angélica?

Especuladores de plantão apontam que as aventuras do bebê de um ano Tommy Pickles e seus companheiros de brincadeira não passam de fragmentos da imaginação da “vilã” Angélica. 

A garotinha teria criado o mundo dos “Rugrats” por conta da negligência de seus pais, sempre ocupados. A hipótese vai além: o ruivinho Chuckie teria morrido com sua mãe, o que explica o constante nervosismo de seu pai. Tommy teria falecido ainda durante a gestação, por isso Stu passa tanto tempo no porão fazendo brinquedos para o filho que nunca nasceu. Já os irmãos DeVilles teriam sido vítima de aborto. Como Angélica não sabia o sexo do bebê, ela imaginou dois gêmeos, um menino e uma menina.

Entre tantas coisas que eu penso, na verdade, não tem nada melhor na vida do que meus heróis, um bom rock n' roll, cerveja, fritas, e um bom papo com uma boa companhia.

Voltando
Next Post »
Comentários
1 Comentários
1 Comentários